CONTATO:

Tel: (19) 9 9924-8999 

Email: colcidme@gmail.com

CNPJ: 31.751.087/0001-62

Campinas - SP

1/43

Fotos de André Barone

PIRACICABA

06   /   04   /   2019

Dividimos este passeio cultural em dois momentos complementares. Começamos pela visita ao Centro Histórico de Piracicaba: Estação da Paulista, Centro Cultural Martha Watts, Catedral de Santo Antônio, Mercado Municipal de Piracicaba, Museu Prudente de Moraes.

Após o almoço, fomos para a Capela Monte Alegre. Em seguida, caminhamos pelo Engenho Central, às margens do Rio Piracicaba, não apenas a artéria vital que permitiu a fundação do povoamento em 1767 pelo capitão português Antônio Correa Barbosa como também o verdadeiro marco das identidades culturais da cidade.

De modo diferente das elites campineiras, em Piracicaba parece prevalecer em seus mandatários (não desde o início, mas ao longo de seu processo histórico) uma falta de pretensão quanto à hegemonia de seu poder econômico e cultural, capaz de instaurar uma “capital do interior do Brasil”. Mesmo assim, o orgulho de ter gerado um patrimônio cultural orgânico, assumidamente “caipira”, ao lado do surgimento e estabelecimento na cidade de muitos artistas plásticos eruditos ao longo dos séculos XIX e XX faz o escritor Cecílio Elias Netto escrever e publicar Piracicaba: a Florença Brasileira.